Follow by Email

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Portes de Canários

Esta é uma pergunta que muitos fazem, quando ouvem falar deste canário.
O canário Gloster pertence a uma classe dos canários, os canários de porte.
Tem características próprias da raça, vou abordar algumas, sem querer ser científico ou de grande “expert” na matéria.
A cabeça.
Os Gloster têm uma particularidade, que é comum a outros canários, a poupa, que no caso dos gloster, lhes altera o nome (Corona / Consort).
Os glosters que tiverem poupa, topete ou coroa, são conhecidos porNome que talvez venha da coroa arredondada que as penas da cabeça formam, esta coroa pode estar presente tanto nos machos como nas fêmeas.
A coroa deve partir do centro da cabeça e de um só ponto, esse local nunca deve ser superior a um milímetro. A poupa vista de cima deve ser circular e é normal ver-se 3, 4 ou mais penas marcantes, que nos dão a ilusão de pequenos raios.
As penas da coroa não deve tapar os olhos nem o bico da ave.
Já os canários consorte (sem coroa) devem ter uma cabeça arredondada e ligeiramente levantada na nuca, mas a mesma deve acompanhando a linha do pescoço.
OO consorte pode ter a parte mais alta dos olhos mais cheias (sobrancelhas), mas nunca deve tapar os olhos.
O bico.
Deve ser pequeno (curto) e um pouco largo. Assim dá-lhe uma estética mais bonita.
O corpo.
O Gloster deve ter um corpo em forma de “bolinha”, onde a cabeça e o pescoço se encaixem o melhor possível.
Visto de vários ângulos o gloster quase não tem pescoço.
O corpo deve ser redondo, mas afunila para a rabadilha (tipo lágrima) da ave.
As asas.
As asas devem estar bem integradas sobre o dorso da ave, sempre por cima da rabadilha e devem terminar em bico, mas não se devem cruzar.
As pernas.

Um comentário: